MAUÁ NEWS
NOTICIÁRIO DA CIDADE DE MAUÁ E REGIÃO
NOTÍCIA ANTERIOR
Trecho da Avenida José Odorizzi, sentido Centro de SBC, ficará interditado por 15 dias
PRÓXIMA NOTÍCIA
Mauá Plaza realiza promoção com sorteios de viagem internacional
quinta-feira, 18 de janeiro de 2018
Discurso e prática na Câmara de Mauá
Foto: ABCD Maior
Os vereadores Bodinho Garcia (PRP) e Samuel Enfermeiro (PSB) andam por Mauá alardeando

Os vereadores Bodinho Garcia (PRP) e Samuel Enfermeiro (PSB) andam por Mauá alardeando que votaram contra a criação da taxa da coleta de lixo, cujo projeto passou pela Câmara em dezembro. O texto, colocado como necessário pela administração de Atila Jacomussi (PSB), causou muito incômodo entre os parlamentares e estremeceu a relação de muitos governistas com o Paço. Acontece que os dois tiveram oportunidade de travar a discussão da taxa do lixo e nada foi feito. Bodinho é presidente da Comissão de Justiça e Redação. Já Samuel Enfermeiro comanda o setor de Finanças e Orçamento. O projeto passou pelas duas comissões, onde recebeu o crivo dos dois parlamentares. Ou seja, quando o poder estava na mão de ambos, a taxa do lixo passou incólume pela Casa.

Postura
Tem chamado a atenção a postura do secretário de Esportes e vereador licenciado, Alex Mognon (PSDB), nas redes sociais. O titular da Pasta é constantemente citado pelo prefeito Orlando Morando (PSDB) nas ações divulgadas pela internet, mas a recíproca não é verdadeira. Exemplo aconteceu no evento de domingo entre veteranos do Corinthians e do Palmeiras, no Estádio 1º de Maio. Morando lembrou que a atividade foi organizada pela Pasta de Mognon. Já o secretário sequer citou o prefeito, embora tenha publicado a imagem do chefe do Executivo. A postura se repete em outras ações. Muita gente no grupo governista considera Mognon indisciplinado e sem compromisso com o projeto. Tanto que fala sobre a eleição deste ano sem comunicar o prefeito, parecendo que vai trilhar caminho independente no futuro.

Visita
Recentemente filiado ao PSB, o ex-deputado e ex-ministro Aldo Rebelo visitou ontem o prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB). Conversaram sobre política, eleição de 2018, em especial a conjuntura do PSB no Grande ABC. Ambos foram correligionários no PCdoB.

Doação
A Associação Belenzinho de Assistência Social, no Parque São Bernardo, foi a primeira entidade da cidade a receber a doação de R$ 5.021,08 do salário do prefeito Orlando Morando (PSDB) neste ano. O valor corresponde ao aumento dado pelo ex-prefeito Luiz Marinho (PT).

Filiação em massa
Cerca de 50 pessoas se filiaram no PTB de Ribeirão Pires na noite de terça-feira, quando o presidente paulista da sigla, o deputado estadual Campos Machado, esteve na cidade. O destaque foi a quantidade de secretários do governo de Adler Kiko Teixeira (PSB) que assinaram ingresso às fileiras petebistas. Adriano Dias Campos (Administração e Modernização), Elza dos Anjos Iwasaki (Assistência e Desenvolvimento Social) e Liz Ita Dotta (Assuntos Jurídicos) tiveram entrada no PTB confirmada no evento em tradicional restaurante da cidade. Ex-vereadora, Diva do Posto também migrou para o PTB.

Fortalecimento
A escolha de Edson Salvo Melo, multissecretário durante a gestão de Aidan Ravin (PSB), para ser secretário adjunto de Saúde de Santo André também foi vista como fortalecimento do presidente da Câmara, Almir Cicote (PSB). Salvo Melo retornou a Santo André e ficou como chefe de gabinete do vereador socialista andreense antes de ser convidado para atuar na administração de Paulo Serra (PSDB).
Por: Raphael Rocha - Diário Online