MAUÁ NEWS
NOTICIÁRIO DA CIDADE DE MAUÁ E REGIÃO
NOTÍCIA ANTERIOR
Voluntários em áreas de risco ajudam a salvar vidas na região
PRÓXIMA NOTÍCIA
Mauá recupera ruas da Vila Vitória e Jardim Pilar
terça-feira, 14 de novembro de 2017
Segurança é morto após tentativa de roubo em Mauá
Avenida João Ramalho, em Mauá. Foto: Google Maps
Lucimario de Souza Silva, 36, foi atingido na nuca na Av.João Ramalho; Polícia Civil investiga caso

Um segurança foi vítima de tentativa de latrocínio na noite de domingo, em Mauá. Lucimario de Souza Silva, 36 anos, foi morto com um tiro na nuca após fugir de uma tentativa de assalto na Avenida João Ramalho, no Parque São Vicente.

Segundo informações prestadas por uma das testemunhas oculares do crime à Polícia Civil, três homens em duas motos, todos com capacete, participaram da ação.

Lucimario e uma amiga – que estava na garupa da sua motocicleta, modelo Bandit 1250 – teriam sido abordados, por volta das 20h, na altura do número 1.491 da avenida, próximo a agência bancária.

No local, ao serem abordados pelos criminosos o segurança, que atuava em comércios do Jardim Primavera, em Mauá, teria tentado fugir quando foi acertado por um único tiro. A vítima morreu no local. Os três criminosos, por sua vez, teriam fugido do local na contramão da Rua Arthur Costa e Silva, paralela à via do crime, sem levar nenhum objeto de pertence da vítima.

O corpo de Lucimario foi velado na tarde de ontem no Cemitério Parque Vale dos Pinheirais, em Mauá. Ele, que morava sozinho, no Jardim Primavera, deixa dois filhos.

“Foi uma tragédia. Ele estava aproveitando (no domingo) para dar um ‘rolê’ com sua moto, que foi sua grande conquista. Ele trabalhou anos para comprar o sonho dele e em coisa de segundos veio alguém, que ninguém sabe quem é, e tirou a vida dele por nada”, desabafou Bárbara Guarnieri, 42, proprietária da pizzaria onde Lucimario fazia segurança no período noturno há dois anos.

Segundo ela, minutos antes do crime ele tinha visitado o estabelecimento onde trabalhava. “Ele passou ontem (domingo) na pizzaria, brincou com todo mundo lá e saiu com uma moça na garupa.”

Para vizinhos, o segurança ficará na lembrança. “Ele era um rapaz tranquilo, falava com todo mundo. Deixará saudades”, destaca a dona de casa Estela dos Santos Silva, 56.

Segundo o delegado titular do 1º DP (Centro) de Mauá, José Carlos de Mello, o caso tem ganhado atenção especial de equipes de investigação da Polícia Civil. “Temos profissionais na rua para tentar captar imagens de câmeras de segurança para localizar os três indivíduos.”
Por: Daniel Macário - Diário do Grande ABC