MAUÁ NEWS
NOTICIÁRIO DA CIDADE DE MAUÁ E REGIÃO
NOTÍCIA ANTERIOR
CPTR de Mauá oferece 102 oportunidades de emprego nesta semana
PRÓXIMA NOTÍCIA
Donisete dá mais um passo para regularizar área do Chafic
sexta-feira, 24 de julho de 2015
Hospital Nardini em obras no Pronto Socorro e Maternidade
A partir de segunda-feira (27/07) o usuário que se dirigir ao pronto-socorro do Hospital de Clínicas Dr. Radamés Nardini, em Mauá, precisará acessá-lo a partir de uma nova porta de entrada

As obras de reestruturação do andar, que começaram neste mês, exigiram remanejamento interno de alas, o que provocou algumas alterações no fluxo interno dos pacientes. A entrada do PS continua sendo feita pela Rua Regente Feijó, porém estará localizada ao lado da área das ambulâncias (à esquerda da antiga entrada).

Para sinalizar as alterações à população, o hospital providenciou banners, placas, adesivos e cartazes. Além disso, uma equipe de Controladores de Acesso servirá de apoio para reforçar o monitoramento durante o período de transição. A previsão inicial de término das obras é de até 18 meses.

As primeiras áreas do PS que serão isoladas para início das obras são soroterapia e medicação, que já foram transferidas para outros locais no mesmo andar. A reforma do 1º pavimento, custeada pelo Governo do Estado, está orçada em R$ 6,5 milhões e integra o Projeto Novo Nardini, que contempla a reforma global do hospital e está alinhado às diretrizes de acolhimento e humanização do SUS (Sistema Único de Saúde). O objetivo da administração é transformar o antigo Nardini em um hospital referência no atendimento humanizado, com instalações modernas, nova ambiência e equipamentos, e principalmente com potencial técnico para garantir assistência qualificada aos usuários de toda a microrregião composta por Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra.

A empresa responsável pelos trabalhos fará as obras por etapas e não haverá interrupção dos serviços no pronto-socorro, uma vez que toda a demanda continuará sujeita à Classificação de Risco com acolhimento triado pela Enfermagem. Atualmente o PS da unidade, que realiza média de 6.000 atendimentos mensais de Urgência e Emergência, atende as especialidades de Ortopedia, Psiquiatria, Cirurgia Geral, Ginecologia e Obstetrícia. Após as obras, a nova estrutura do PS contará com Enfermaria de Retaguarda (20 leitos), Área Verde (23 poltronas de observação), Área Amarela (8 macas de observação), Sala Vermelha (7 leitos de urgência), salas de emergência obstétrica, consultório odontológico, entre outras áreas. No primeiro andar também estão localizados 10 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e unidades de apoio como Nutrição e Farmácia.

MATERNIDADE

Outra área do hospital que recebe importante intervenção estrutural é a Maternidade, localizada no 4º andar. As obras para reforma completa do setor começaram neste mês em cinco leitos e a previsão é de que os trabalhos durem até 12 meses. O andar foi bloqueado e o atendimento às gestantes foi transferido para o pavimento superior. Entre janeiro e junho deste ano a maternidade do Hospital Nardini realizou 814 partos, sendo média mensal de 135 nascimentos.

A nova estrutura será composta por uma unidade com 19 leitos de PPP (pré-parto, parto, puerpério), sendo 10 deles como Centro de Parto Normal, 10 leitos de UTI Neonatal, 15 leitos de cuidados intermediários e 5 leitos na Unidade Mamãe Canguru. A reforma também possibilitará a construção de um novo e moderno Centro Obstétrico.

O investimento total será de R$ 5,3 milhões, sendo R$ 3,3 milhões da emenda parlamentar da senadora Marta Suplicy e o restante de recursos do Ministério da Saúde oriundos da Rede Cegonha (R$ 540 mil) e de contrapartida municipal de cerca de R$ 326 mil. Todas as fases de construção do projeto Novo Nardini respeitarão cronograma para que seja possível atender os pacientes sem provocar aumento do risco assistencial.
Por: PMM - Redação